Polícia Civil elucida homicídio ocorrido no antigo terminal rodoviário de Umuarama

Por Redação
14/11/2023 18:55
Atualizado há 8 meses ago
IMG-20231114-WA0184

A Polícia Civil de Umuarama elucidou o homicídio ocorrido nas dependências do antigo terminal rodoviário de Umuarama, no dia 13/11/2023, por volta das 18h, em desfavor da vítima Éder Fernando Riguete (38 anos).

Logo após o crime, os agentes da Polícia Civil iniciaram as diligências visando a elucidação dos fatos. Ainda no mesmo dia, foram levantadas informações que levavam ao suspeito. Diante disso, foram empreendidas diligências para sua localização, mas sem êxito.

Em seguida, os policiais conseguiram contato com o advogado do suspeito, o qual combinou de entregar a arma de fogo e apresentar o autor dos fatos no dia seguinte. Assim, hoje, dia 14/11, no período da manhã, a arma de fogo foi entregue à Polícia Civil, uma pistola calibre .9mm.

No período da tarde, o suspeito, identificado como A.A.C (47 anos), foi interrogado e confessou o crime. Segundo informou, ele recebeu uma informação de que seu pai teria sido agredido. Diante disso, procurou seu pai e confirmou as agressões. Em seguida, foi atrás do indivíduo que teria agredido seu pai, encontrando-o nas dependências da antiga rodoviária. Nesse momento, desceu do carro e efetuou diversos disparos de arma de fogo contra Éder Fernando Riguete, com uma pistola Taurus, calibre .9mm, levando-o a óbito ainda no local. Na sequência, voltou para o carro e empreendeu fuga. O mesmo disse não saber o motivo de Éder ter agredido seu pai.

O pai do suspeito foi identificado como A.C (74 anos), o qual também foi ouvido e disse que é aposentado e, atualmente, trabalha com venda de veículos em uma garagem. Disse que Éder era morador de rua e traficava drogas nas imediações da antiga rodoviária. Contou que, apesar dessa condição, Éder foi até a garagem de carros e fez um cadastro para tentar financiar um veículo, mas não foi aprovado.

Depois desse dia, Éder retornou até a garagem e disse que alguém tinha usado seus dados pessoais para abrir contas bancárias em seu nome. Então, A.C (74 anos) o orientou a procurar a delegacia para registrar uma ocorrência. A vítima, então, procurou a delegacia no dia 13/11/2023, às 15:37, e registrou o Boletim de Ocorrência, alegando um suposto estelionato. No boletim, Éder chega a mencionar a pessoa de A.C (74 anos), mas diz que ele não possui envolvimento com esse ocorrido.

Depois de sair da delegacia, Éder retornou a garagem de veículos e, segundo A.C (74 anos), já chegou lhe agredindo com um soco no rosto e com uma faca em punho. Nesse momento, pessoas que estavam próximas impediram a continuidade das agressões e dispersaram Éder Fernando Riguete do local. Ao tomar conhecimento do ocorrido, o filho de A.C (74 anos) foi atrás de Éder e praticou o crime.

 

As investigações ainda seguirão para estabelecer a dinâmica dos fatos  e apurar a exata responsabilidade de todas as pessoas envolvidas no evento.

Veja também

Morador de Cafezal do Sul é morto por golpes de faca após discussão por causa...
Há 6 horas ago
Morador de Cafezal do Sul é morto por golpes de faca em via pública
Há 9 horas ago
Aciu orienta empresários sobre acessibilidade no comércio
Há 12 horas ago
Ministério Público denuncia por homicídio com dolo eventual motorista que atr...
Há 15 horas ago
Fim de semana continua com tempo instável em Umuarama e região
Há 15 horas ago
Drogas são encontradas em vaso sanitário durante prisão de acusado de estupro...
Há 15 horas ago
Umuarama 10°
Fog

Manutenção

Estamos em atualização